Blog Pointer Revestimentos Cerâmicos
Main Navigation
Search Button
Site Pointer
Close Menu
Descubra o que é terrazzo veneziano e como usar na sua casa

Descubra o que é terrazzo veneziano e como usar na sua casa

Tendências de Decoração
Autor: Pointer - Data:

O terrazzo veneziano, com certeza, não é uma invenção recente. Datado desde o final da Grécia antiga, é uma técnica arquitetônica artesanal para pisos que tem sido amplamente utilizada ao longo dos séculos.

A atual popularidade do revestimento vem desde sua aplicação nos grandes palácios inconfundíveis das cidades de Veneza e Verona, na Itália. Por suas características marcantes, o terrazzo veneziano costuma despertar extremos: ou é amado ou odiado! No entanto, tem sido mais amado e se firmado como grande tendência de decoração este ano.

Quer saber mais sobre o terrazzo veneziano e como usá-lo na sua casa? Continue conosco!

Entenda as principais características do terrazzo veneziano

Você já deve ter se deparou com esse clássico atemporal em pisos, paredes ou mobiliário, ainda que não o conhecesse pelo nome. Para se apaixonar de vez, é importante conhecer mais sobre a história e os traços singulares do terrazzo veneziano.

Saiba a origem

Apesar de estar intimamente ligado à própria história da Itália, a origem do revestimento é muito anterior até mesmo à unificação do país: a técnica vem desde a Grécia Antiga, passou por toda a Idade Romana e eras seguintes, chegando aos dias atuais. Mas foi reconhecidamente na Itália renascentista do século XV que ganhou o prestígio que mantém até hoje.

O mais provável é que tenha sido inventado como uma forma de reciclar os materiais excedentes ou oriundos de demolições, para evitar desperdícios e ser uma alternativa econômica para várias aplicações construtivas. Ganhou popularidade entre as classes mais altas da época e hoje é valorizado por sua alta durabilidade e até mesmo pela sustentabilidade que sugere, uma vez que reaproveita materiais.

Para a maioria dos italianos, tem grande valor afetivo, pois remete a construções antigas, como as casas de infância e cozinhas de avós — apesar de o estilo ter perdido força nas duas gerações seguintes.

Já no Brasil, depois de ter sido tendência forte durante a década de 1940, nos últimos anos, o terrazzo veneziano tem sofrido algo como uma redescoberta de seu valor construtivo e de sua beleza casual.

Boa parte desse movimento se deve aos avanços tecnológicos que buscaram reproduzir a estética do terrazzo com o máximo de fidelidade possível em materiais modernos, ainda que sem utilizar as técnicas originais de fabricação.

Conheça a composição

Composição clássica de contraste com tons claros.

Nascido da união de fragmentos de diferentes pedras naturais, mármore colorido e pasta de cimento ou cal como colante, o terrazzo veneziano é um tipo de mosaico cujo padrão se forma ao acaso — característica que torna cada peça única.

As composições contemporâneas do terrazzo são variadas. Algumas permanecem misturando os vários fragmentos de materiais diferentes, enquanto outras linhas trabalham com a predominância de um tipo apenas. Quartzo, conchas e vidro, por exemplo, são algumas das preferidas e conferem estilos inconfundíveis a edificações em vários lugares e climas do mundo todo.

Outra diferença significativa é a dimensão: se antes eram comercializados em tamanhos modestos, de cerca de 20x20cm, hoje em dia chegam até os grandes formatos com facilidade, de 60x60cm ou até maiores, dependendo da fabricante.

Originalmente, o terrazzo veneziano conta com um acabamento de aspecto acetinado discreto quando finalizado e a maioria dos modelos dá continuidade a isso. Algumas fabricantes, no entanto, contam com linhas de alto brilho, de maneira a unir a estética moderna à antiga.

Veja como usá-lo em casa

Como são criados e fabricados atualmente em diversas cores, tamanhos e componentes, os pisos em terrazzo veneziano podem ser tanto os líderes da decoração de um ambiente, quanto um plano de fundo neutro perfeito para receber qualquer estilo.

Escolha a área da casa

A estética do terrazzo veneziano é reproduzida nos materiais mais resistentes que a tecnologia tem à sua disposição nos dias atuais, como a cerâmica e o porcelanato, por exemplo. Dessa maneira, tornou-se extremamente versátil e acessível, podendo ser aplicado tanto aos ambientes internos quanto aos externos.

Os modelos nos quais predominam as cores neutras, tais como cinzas e marrons, podem ser utilizados em grandes superfícies de qualquer ambiente — desde quartos e salas de estar até áreas gourmet e calçadas externas — uma vez que harmonizam muito bem com qualquer estilo decorativo.

Já as linhas mais coloridas, assim como no caso de outros revestimentos de tonalidades marcantes, é recomendado que sejam aplicadas com moderação, principalmente a espaços compactos, a fim de evitar visuais confusos. Assim, bons exemplos são aplicação no backsplash ou em toda a superfície de fundo de pia e armários, na meia parede que divide a cozinha americana da sala, dentre outros.

Defina a superfície para aplicação

Ambientação de área externa.

O uso mais clássico de todos é no piso: a reprodução fiel também busca a enorme durabilidade e resistência ao desgaste, transformando o material em um dos pisos ideais para locais de alta circulação de pessoas, tais como lojas, restaurantes, bancos etc., além do uso residencial em si.

Atenção: para superfícies com contato ocasional ou constante com água, é importante que o piso seja antiderrapante, para evitar escorregões e acidentes.

Há também os projetos que aplicam o revestimento nas paredes. Tanto em fachadas como em espaços internos, úmidos ou não, o terrazzo confere a impermeabilidade necessária à superfície e dá um efeito estético único quando presente à altura do observador.

Por isso, abuse da imaginação: uma boa ideia é aproveitar um modelo de terrazzo veneziano colorido para compor o painel de TV em substituição à marcenaria. Uma alternativa para mobiliário é aplicar o revestimento sobre bancadas de áreas gourmet, cozinhas e até mesas, sejam de jantar, sejam de centro ou de canto.

Desde 2017, a padronagem do terrazzo veneziano tem chegado a peças decorativas como vasos, luminárias, pendentes, suportes para velas, louças. Assim, não tem desculpa para não trazer essa beleza clássica para o cotidiano: a criatividade do projetista e dos usuários é que manda!

Prefira materiais de qualidade

Terrazzo veneziano para área externa.

Para alcançar o resultado desejado, é imprescindível que o projeto priorize o uso de revestimentos de alta qualidade, que reproduzam a aparência do terrazzo veneziano com resistência e durabilidade satisfatórias e o mais compatível possível com o que se esperaria do material original.

A Pointer traduz a tendência do terrazzo veneziano na linha Bellini, que conta com uma variedade de modelos em tamanho 60x60cm, em cores predominantemente neutras que garantem perfeição em qualquer ambiente.

O tamanho dos agregados também varia na linha da Pointer: vai desde o pequeno, como no Bellini Crema, até o grande, tal qual o Bellini Max Nero. Além disso, o Bellini Grigio conta tanto com acabamento de brilho perfeito para espaços internos secos, quanto o mate, que vai muito bem nos ambientes úmidos e nos externos.

Gostou da beleza e da versatilidade do terrazzo veneziano? Que tal investir nessa tendência para a reforma da sua casa? Caso ainda não tenha certeza se vai gostar do resultado, visite nosso simulador de ambientes e confira alternativas para mandar bem nas combinações e ter sua casa dos sonhos!