Blog Pointer Revestimentos Cerâmicos
Main Navigation
Search Button
Site Pointer
Close Menu
Como escolher revestimento para quartos com umidade?

Como escolher revestimento para quartos com umidade?

Dicas Pointer
Autor: Pointer - Data:

Mofo, bolor, infiltração, cheiro ruim e prejuízos à saúde: tudo isso costuma ser causado pelo excesso de umidade em casa. Mas você sabia que pode usar um revestimento para quartos como aliado na hora de combater esse problema?

Quem vive no litoral ou em climas muito úmidos sabe que o quarto é um dos lugares mais críticos para lidar com essa questão. Uma vez que é o principal local de descanso da casa, a permanência prolongada em ambientes úmidos sem tratamento adequado pode causar grandes prejuízos à saúde.

A boa notícia é que existem alguns materiais capazes de manter o mofo bem longe! Quer saber quais são eles? Descubra, neste post, como definir o melhor revestimento e driblar o efeito da umidade em sua casa!

Por que é importante escolher corretamente revestimento para quartos? 

Se você mora em uma região de praia ou com bastante umidade, já deve ter lidado com problemas como mofo, bolhas nas paredes e outras situações típicas de um imóvel submetido a essas condições.

Quando escolhemos o revestimento errado para o quarto ou não tomamos certos cuidados para combater a presença da umidade, ficamos vulneráveis a uma série de prejuízos. O primeiro deles é também o mais importante: danos à saúde. Quem mais sofre com isso são as crianças e os idosos, bem como pessoas com problemas respiratórios.

O excesso de ácaros e bolor pode complicar casos de asma ou mesmo causar infecções graves. Por isso, pneumologistas recomendam que sua casa tenha um índice de umidade no ar inferior a 70%, para evitar a proliferação desses micro-organismos.

Além dos danos à saúde, existem os estragos na própria estrutura física da casa, que fica comprometida com o excesso de umidade. Sem um bom impermeabilizante, a água se infiltra e é absorvida pelos materiais que compõem a superfície. Com a recorrência desse fenômeno, o concreto vai ficando pulverulento e a estrutura do imóvel como um todo fica fragilizada.

Por fim, temos os problemas estéticos trazidos pela umidade. As paredes ficam com um aspecto feio, de sujeira, além dos danos no mobiliário: eletrodomésticos corroídos pela maresia, mau cheiro em estofados, descolamento de amadeirados etc.

Dessa maneira, a escolha correta de revestimento para quartos com umidade ajuda a combater boa parte desses prejuízos estruturais, estéticos e de saúde, priorizando e conservando o bem-estar dos moradores.

Como escolher os revestimentos ideais para quartos com umidade?

Existem alguns materiais que são melhores do que outros para ambientes úmidos. Para fazer a melhor escolha possível, de acordo com as necessidades de cada ambiente, é importante atentar para algumas orientações.

Prefira cerâmica para superfícies críticas

Seja no piso, seja nas paredes onde há instalações hidráulicas, a cerâmica é a melhor pedida. Especialmente quando contam com acabamento esmaltado e retificado, a porosidade é quase nula, impedindo que as partículas de água infiltrem e se espalhem na superfície.

E não se preocupe: com a enorme variedade de revestimentos cerâmicos, os projetos de interiores não precisam abrir mão do design. Hoje em dia, as opções vão desde o convencional, até cerâmicas amadeiradas, as que replicam cimento queimado, pedras nobres, ladrilhos hidráulicos e muitos outros.

Invista em tintas impermeabilizante e vernizes resistentes

Na hora de escolher a tinta para pintar a parede do seu quarto, é importante optar por produtos resistentes à umidade.

É o caso da tinta impermeabilizante que, como o próprio nome diz, impede que a água penetre nas paredes. Para que o resultado seja satisfatório, o recomendado é realizar uma boa diluição e preparar bem a superfície afetada, caso o problema já tenha ocorrido.

As portas, janelas e madeiras também merecem atenção especial. Caso queira pintá-las com esmalte ou verniz, a dica é escolher produtos com proteção microbiológica.

Peça indicações aos consultores e vendedores

Se você ficar na dúvida sobre qual revestimento eleger para o quarto, não hesite em entrar em contato com os consultores e vendedores das fabricantes. Esses profissionais têm conhecimentos importantes que vão ajudá-lo a fazer a escolha certa para a sua casa, tanto com base em aspectos técnicos quanto estéticos.

Quais os procedimentos para combater a umidade em estruturas?

As medidas mais eficientes contra a umidade devem ser aplicadas durante a construção do imóvel. Porém, quando o problema surge de maneira grave durante o uso da edificação, a reforma se faz necessária.

Aplique o revestimento de acordo com as especificações

Grande parte dos problemas com revestimento em qualquer cômodo acontece porque as peças não foram bem aplicadas, o ambiente ou os materiais auxiliares não correspondiam aos padrões exigidos pelos fabricantes.

Por isso, quando chegar a etapa de assentar as placas no quarto, certifique-se de que todas as instruções estão sendo seguidas, tais como tipo de argamassa, concentração de cada componente, tempo de secagem etc. Além disso, verifique também se as paredes e o chão foram preparados corretamente para o trabalho. Assim, você garante que o resultado vai ficar adequado.

Aplique tinta betuminosa nos baldrames

Realizar uma boa impermeabilização nos baldrames — aquelas vigas que ficam um pouco abaixo do solo — é essencial para manter a umidade longe de toda a casa.

Por isso, uma das soluções que garantem a integridade da construção e dos revestimentos é a aplicação da chamada tinta betuminosa na superfície das vigas. Esse processo é feito ainda durante os estágios iniciais da construção do imóvel.

Misture aditivo impermeabilizante nas argamassas

Muita gente acredita que só os azulejos e cerâmicas são suficientes para proteger o chão da umidade. No entanto, o grande problema é que esses revestimentos correm o risco de sofrer destacamento, se forem assentados sem os devidos cuidados em um local que está sempre em contato com água.

Por isso, o ideal é instalar uma proteção no piso antes de aplicar a cerâmica. Uma boa forma de prevenir futuros aborrecimentos é utilizar um aditivo impermeabilizante junto a argamassa de reboco e contrapiso. No entanto, observe que, na argamassa colante, a inclusão de aditivos é contraindicada.

Como proteger mobiliário e utensílios?

Além dos já citados procedimentos de ordem construtiva, que podem ser realizados durante construções e reformas, existem outras estratégias de redução da umidade interna ideais para o cotidiano.

Aposte em técnicas naturais

Pode parecer algo muito antigo, mas funciona: colocar objetos e produtos que absorvem umidade dentro dos armários tem grande eficiência no combate a esse problema.

Pequenos sacos de tecido com cravinhos dentro, minipotes com sal ou antimofos caseiros e limpeza periódica com vinagre, por exemplo, são ótimos para sugar a umidade dentro de armários e gavetas, removendo possíveis focos de mofo e ácaros.

Deixe os móveis a certa distância da parede

Mesmo tomando todas as precauções, sabemos o quanto pode ser difícil driblar a umidade. Por isso, sempre que possível, afaste camas, guarda-roupas e cômodas da parede.

Para aumentar a proteção, você pode colocar uma manta entre o móvel e a superfície ou investir em um compensado naval na estrutura do mobiliário. A instalação de manta ou de outro material isolante também é indicada caso o projeto de mobiliário seja modulado — uma vez que, geralmente, são afixados às paredes para máximo aproveitamento do espaço.

Aproveite o sol

Outra boa estratégia é instalar os guarda-roupas e outros armários em paredes que recebem diariamente raios diretos de sol. Caso a orientação do imóvel não permita essa incidência direta, prefira localizá-los próximos às janelas.

Em ambos os casos, deixe as portas abertas algumas horas por duas ou três vezes na semana, de modo que os utensílios não fiquem sempre confinados à sombra e umidade. Isso contribui para reduzir a formação de mofos e proliferação de microrganismos, especialmente em tecidos, livros e materiais porosos.

Nos dias mais ensolarados, procure expor aos raios peças mais pesadas de inverno por algum tempo. Essa ação tão simples ajuda a conservá-los e preservar a saúde quando chegar a hora de usá-los.

Abra as janelas

Nessa mesma linha, é importante para o ambiente como um todo manter o cômodo sempre fresco e arejado. Deixar portas e janelas abertas sempre que for possível é fundamental para a renovação de ar dentro dos ambientes, o que reduz as chances de problemas respiratórios e de prejuízos estruturais ao espaço decorrentes da umidade.

Essa medida é especialmente importante em cômodos que têm ainda maior contato com água, como os banheiros, as cozinhas e as lavanderias. Portanto, evite mantê-los sempre fechados.

Espalhe vegetação pela casa

As plantas em interiores traz várias contribuições para a saúde física e mental: aumenta o contato com a natureza, traz mais vida a qualquer espaço e melhora a qualidade do ar interno.

Algumas espécies, além disso, são especialistas em captar umidade, nutrientes e toxinas suspensas no ar. Dentre elas, temos as samambaias, os clorofitos, os lírios-da-paz e as palmeiras. Ou seja, o ar interno da casa fica mais saudável, livre de substâncias poluentes! Quer coisa melhor?

Determine uma frequência de limpeza

Uma limpeza pesada com os produtos corretos deve ser feita pelo menos uma vez por semana, de forma a impedir que microrganismos se proliferem. No entanto, a manutenção não deve se restringir aos móveis e superfícies internas.

Aparelhos de ar-condicionado, por exemplo, são muito prejudicados pelo acúmulo de impurezas, o que acaba por atrapalhar uma das funções primordiais do equipamento, que é a retirada de umidade interna. Sendo assim, verifique periodicamente as condições do aparelho, de modo a preservar seu funcionamento por mais tempo.

Escolher cerâmicas e tintas impermeabilizantes como revestimento para quartos contribui de maneira decisiva para facilitar o combate à umidade. Agora que você já sabe várias técnicas para empregar nos vários ambientes da casa, fica mais fácil combinar várias entre si e prevenir com eficiência os danos causados pelas partículas de água em suspensão.

Se este artigo foi útil para aprender mais sobre revestimento para quartos com umidade, compartilhe-o nas redes sociais com seus amigos e familiares!